Na R3 epi oferece aos seus clientes as melhores marcas do mercado para Trava Quedas Retrátil, a R3 epi tem o compromisso de oferecer a seus clientes produtos com laudo, certificados CA e de qualidade aprovada.
Nossos produtos são destinados ao uso em Indústrias, comercio e Prestadores de Serviço em geral.
Entregamos em todo território nacional Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Norte e Nordeste, peça hoje mesmo um orçamento on-line.

QUAIS AS VANTAGEM EM RELAÇÃO AO TRAVA QUEDAS CONVENCIONAL?

Quando falamos em trava quedas, imediatamente pensamos em um dos principais equipamentos de proteção individual disponíveis no mercado. Seja em esportes radicais ou em trabalho em altura, sua utilização é essencial para a segurança do indivíduo.

No trabalho em altura, entretanto, esse equipamento é ainda mais importante. Ele permite que o trabalhador fique tranquilo durante a execução do trabalho, ajudando em sua mobilidade e na agilidade da efetivação do serviço.

Trava Quedas Retrátil

Isso ocorre porque o trava quedas consiste em um instrumento que, com uma das extremidades presas ao cinto de segurança paraquedista, fica acoplado por meios de cordas ou cabos de aço a um ponto de ancoragem. 

No caso de qualquer movimento brusco para baixo, o equipamento, como o próprio nome sugere, trava a queda do trabalhador e o mantém seguro, impossibilitando sua descida.

Nesse artigo, porém, trataremos de uma espécie diferente e ainda mais segura do trava quedas: o trava quedas retrátil! Continue lendo para saber mais!

QUAL É A DIFERENÇA ENTRE UM TRAVA QUEDAS NORMAL E UM TRAVA QUEDAS RETRÁTIL?

Da mesma forma que aconteceu com todo equipamento de proteção individual, a tecnologia evoluiu para que o trava quedas ganhasse modelos diferentes que se adaptassem às mais diversas necessidades do trabalhador ou esportista que o utiliza.

Sendo assim, hoje em dia, estão disponíveis no mercado dois modelos de trava quedas: deslizante ou retrátil.

É aquele considerado como “normal”. Este modelo terá uma de suas extremidades fixadas em um ponto de ancoragem, que poderá ser inflexível ou maleável, e composto por um cabo de aço, no caso da ancoragem fixa, ou por uma corda, no caso a ancoragem flexível.

Esse tipo de trava quedas é indicada quando a movimentação é vertical, como por exemplo:

Essa espécie de trava quedas se diferencia da anterior por possuir um sistema de molas, que se retraem e esticam, proporcionando maior facilidade de locomoção do trabalhador. 

trava-quedas-retratil-2

Ele é constituído por um sistema retrativo, que protege o indivíduo que executa o trabalho em altura, sem tirar sua agilidade e atrapalhar a coordenação motora. Além disso, o trava quedas retrátil permite que o trabalhador se movimente na horizontal e na vertical.

Da mesma forma que o trava quedas deslizante, o trava quedas retrátil também deve ter uma de suas pontas firmadas em um ponto de ancoragem – respeitando as especificidades relacionadas à linhas de vida compostas por cabos de aço e cordas – e a outra no conto de segurança alpinista acoplado ao trabalhador.

No caso de uma possível queda, o sistema mecanizado detectará a movimentação brusca e, de forma ágil, bloqueará o deslocamento do corpo, travando a queda. Segurança total!

Seu uso é indicado para as seguintes situações:

Além da confusão com o trava quedas deslizante, o trava quedas retrátil também é muito confundido com outro equipamento de proteção individual. 

Por possuir funções semelhantes, a confusão entre trava quedas retrátil e talabarte é comum, mas nós te ajudaremos a saná-la. Continue lendo!

TRAVA QUEDAS RETRÁTIL X TALABARTE. QUAL ESCOLHER?

Primeiramente, devemos ressaltar que, por mais parecidos que sejam, o trava quedas retrátil e o talabarte devem ser utilizados em momentos distintos, pois possuem utilidades diferentes.

Agora, te ajudaremos a diferenciá-los, começando pelo trava quedas:

Já com o talabarte, é um pouquinho diferente:

Viu? Na prática, os dois EPIs, apesar de semelhantes, tem funções diferentes e, no momento da utilização, o colaborador deve se atentar para estas especificidades.

NÃO SE DESCUIDE DA MANUTENÇÃO DO SEU!

Por fim, devemos te lembrar que, assim como os outros equipamentos, o trava quedas retrátil deve passar por constante manutenção e inspeção, para que a qualidade do instrumento seja mantida.

trava-quedas-retratil-3

A inspeção deve ser realizada antes e depois do uso do equipamento, para que a manutenção, caso necessária, seja providenciada o mais rápido possível.

Agora você já tem as informações necessárias para adquirir um trava quedas retrátil de qualidade! Até a próxima!

Fale agora com um de nossos colaboradores!

Visite também outras de nossas categorias de Equipamentos de proteção e encontre aquele que se encaixe perfeitamente em sua campanha!

Deixe um comentário

Carrinho0
Seu carrinho está vazio =(
Continuar adicionando para orçamento
0